Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Castilho

Um breve balanço levantado pelo Fundo Social de Solidariedade aponta o quanto a Administração tem destinado para atender famílias de baixa renda.

Fundo Social atende aproximadamente 3 mil famílias em 6 meses
Adicionar legenda

CASTILHO –  Só neste mês de junho de 2017 foram atendidos 500 famílias, num total de 2 mil pessoas entre mulheres, homens e crianças carentes. Considerando a média mensal de atendimento, só neste ano foram atendidas cerca de 3 mil famílias nos seis primeiros meses de governo da atual gestão.

Com investimento na qualidade de vida dessas famílias, o Fundo Social disponibilizou nesse mês de junho um total de R$ 18.860,00 para as mais diversas necessidades. A maior parte desses custos se deve ao aluguel social que a prefeita Fátima Nascimento autoriza a 18 famílias. De acordo com Margarida Lopo, assistente social, são famílias que vivem em extrema pobreza ou que tiveram a casa condenada por ruína e que não tem para onde morar com sua família.  Os 18 aluguéis somados custam R$ 7.780,00.

Outro benefício que atende grande parte da população são os óculos com armação. Quase 50 pessoas receberam essa doação que custou para o Fundo R$ 2.468,00, possibilitando melhor qualidade de vida e melhoramento dos alunos na escola. Serviços funerários também supriram as necessidades de um funeral digno,  ao menos cinco famílias solicitaram apoio da prefeitura e foram destinados R$ 2.250,00.

Mães sem condições até mesmo de comprar a fralda de seus filhos recorreram ao departamento dirigido por Adilma Pacheco. Foram comprados 53 pacotes com 18 fraldas cada ao custo de R$ 1.443,00.

Há situações em que foi preciso fornecer os mais variados tipos de leite, tal como leite Ninho, Nan1, Aptamil, Nestogenio tipo2, Integral, de Soja e até Sustagem. Somados, todos custaram R$ 2.808,80, sem contar aqueles distribuídos pelo Viva Leite que é programa exclusivo do governo do Estado e as 150 cestas básicas compradas pela prefeitura e entregues às familias carentes.

Na lista de benefícios do Fundo Social as famílias necessitadas tiveram ainda ajuda de custo para fotos 3x4 e passagens de ônibus que somando os valores chegam a R$ 2.129,00. Ao asilo Betel é destinado mensalmente 3 mil fraldas geriátricas.

Considerando o gasto médio mensal entre R$ 18 mil e R$ 20 mil, o Fundo Social já destinou nesses seis primeiros meses de mandato um montante superior a R$ 100 mil  para atender os mais necessitados.

VIVA LEITE - O viva leite é um convênio do governo estadual em parceria com a Prefeitura que abrange crianças de 6 meses a 5 anos e 11 meses. Em Castilho há 411 famílias cadastradas no Cad-único. Somente essas famílias tem direito a retirar o produto duas vezes na semana. “A entrega é na terça e na quinta-feira. Quem tem um filho cadastrado recebe um litro. Quem tem mais que um filho recebe 2 litros”, disse Sérgio França – responsável pelo Viva Leite na cidade, podendo, segundo ele, em algumas situações o Estado dobrar essa doação, explicou.

Só no mês de junho foram entregues quase dez mil litros de leite desse convênio. Um total de 9.615 litros. As sobras – quando tinham, eram doados para idosos. “Porém, em agosto haverá mudanças pelo próprio Viva Leite e serão entregue a quantidade exata as famílias cadastradas. Então os interessados devem procurar o CRAS para se cadastrar”, alertou Sérgio.

About Notícia Castilho

0 comentários:

Postar um comentário

Popular Posts

Tecnologia do Blogger.