Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Castilho

Jovens agricultores comercializam a própria produção na Feirinha



CASTILHO – “Olha o alface, olha o almeirão e rúcula fresquinha”. Essas são frases típicas de feirantes, mas dessa vez com um timbre de voz diferente. Quem esteve na feirinha do produtor na última quarta-feira observou ‘novos vendedores’.

Eram os alunos do programa Jovem Agricultor do Futuro exercendo na prática o que aprenderam nas aulas teóricas. Na barraca montada entre os inúmeros feirantes, havia produtos colhidos da horta cultivada pelos alunos do programa.

Em maio o grupo havia feito uma visita técnica no sítio da Quinha, na Rio Paraná, para conhecer a hortaliça que serviria de base para a produção da própria horta. Um mês depois o resultado foi surpreendente. Com orientação dos instrutores Deigilam Cestari Esteves e Fabiano Vital Marin, os alunos cultivaram, plantaram e já estão colhendo os frutos do próprio suor.

“Esta é uma etapa importante do curso para eles”, diz a instrutora. “Depois da aula de marketing nós dividimos a turma em dois grupos para atuarem na prática que é expondo a venda os produtos colhidos por eles. A primeira turma amou e quer repetir a experiência”, completa Deigilan.


Segundo a instrutora, na semana passada foram comercializados todos os 80 maços de verduras que os alunos levaram. O dinheiro arrecadado já tem destino certo. “Está sendo guardado para a formatura do fim do ano”, diz a instrutora.

Na próxima quarta-feira,28, a segunda turma passará pela mesma experiência de feirante. E na sexta-feira,30, será o encerramento das atividades desse semestre. Como o programa exige um programa de inclusão social, os alunos escolheram passar uma tarde diferente no asilo Betel.

 Estão programando quadrilha, danças e lembrancinhas aos residentes da entidade.  Em seguida sairão de férias e só retornam em agosto.

PROGRAMA – O Jovem Agricultor do Futuro atende hoje 33 jovens e é fruto de uma parceria entre Prefeitura de Castilho, Secretaria de Agricultura, Sindicato Rural de Andradina e o SENAR – (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural). No total serão 600 horas aulas que darão direito a certificado de curso técnico a todos alunos.

About Notícia Castilho

0 comentários:

Postar um comentário

Popular Posts

Tecnologia do Blogger.