Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Informe Nacional

Enem mais difícil,O Ministério da Educação elevou o rigor no acesso ao Enem a outro nível.



Além da inscrição de R$ 82, outras 3 mudanças que tornam o Enem mais difícil


O Ministério da Educação elevou o rigor no acesso ao Enem a outro nível.

Grasielle Castro Editora de estratégias e tendências, HuffPost Brasil


A taxa de inscrição para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) está R$ 14 reais mais cara. O valor foi de R$ 68 em 2016 para R$ 82, que será cobrado este ano. De 2000 a 2014, o MEC manteve a taxa em R$ 35. O Ministério da Educação publicou nesta segunda-feira (10) as novas regras para o exame.
As inscrições vão de 8 até 19 de maio e o pagamento da taxa pode ser feito até o dia 24 de maio.
A notícia pegou os estudantes de surpresa.



gente quase 100 reais pra fazer o enem? vai ter open food vai ter show indie ?


eu já acordo sabendo que o enem tá 82 reais? só pode ser um pesadelo

O MEC, no entanto, justifica que arca com 70% dos custos da prova. Em 2016, a prova custou R$ 91,49 por candidato para ser feita, R$ 23,49 a mais que o valor da inscrição, a pasta custeia cerca de 70% das provas integralmente, referente a dos candidatos isentos.
O ministério ressalta ainda que a maioria dos vestibulares cobra uma taxa média de R$ 140.

@umvesgo Lembrando que só 30% das pessoas pagam o ENEM, os outros 70% isento

Em janeiro, o MEC já havia anunciado outras quatro mudanças na prova, como a extinção do exame como certificado do Ensino Médio. Desta vez, além do reajuste de 20% na taxa de inscrição, o MEC apertou outras três regras.

Isenção

Nas edições anteriores, o candidato apresentava uma declaração de baixa renda, que não era checada. Agora, o governo vai conferir a declaração cruzando com banco de dados do governo. São isentos os participantes de baixa renda inscritos no CadÚnico e os que se enquadram na lei 12.799/2013. A legislação inclui aqueles com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, equivalente a R$ 1.405,50. Continuam isentos todos os estudantes que estiverem concluindo o ensino médio em escolas da rede pública.

Isentos faltosos

Bastava que o candidato isento justificasse o motivo da falta para ter direito à gratuidade no ano seguinte. A partir desta edição, os isentos só terão o direito novamente se provarem a ausência com documentos, como atestado médico, boletim de ocorrência ou documento judicial.

Atendimento especializado

O laudo médico era exigido no período de inscrição, agora será no ato da inscrição. O tempo adicional, que era solicitado no dia da prova, terá de ser feito no ato da inscrição.
Serviço:
Inscrições: De 8 até 19 de maio.
Taxa: R$ 82, com prazo de pagamento até 24 de maio.
Data da prova: 5 e 12 de novembro.
*A reportagem foi atualizada às 18h29 para acrescentar que o Ministério da Educação não alterou a regra de isenção para os candidatos que estão concluindo o ensino médio na rede pública. Esses alunos continuam dispensados de pagar a inscrição.


Fonte:HuffPost Brasil

About Notícia Castilho

0 comentários:

Postar um comentário

Popular Posts

Tecnologia do Blogger.