.

.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Castilho

A Polícia Ambiental do Estado de São Paulo deverá encaminhar à redação do jornal Noroeste Rural, resposta sobre as denúncias feitas por ribeirinhos e donos de ranchos, segundo as quais faltam fiscalizações contra a pesca predatória que é realizada livremente, segundo eles, até durante a piracema no Rio Paraná.
















POLÍTICA AMBIENTAL CONTESTA VERSÃO SOBRE FALTA DE FISCALIZAÇÃO
CASTILHO- Mesmo sem responder oficialmente, PMs Florestais informaram que existe na sociedade, de uma maneira geral, a pretensão de desmerecer o trabalho realizado pela Polícia Ambiental que apesar de seu efetivo ser um dos maiores do Brasil ( 2.500 soldados ), não consegue fazer um trabalho de grandes resultados por culpa da falta de consciência e colaboração, principalmente dos empresários donos de ranchos.
Os policiais informaram ainda que a possibilidade de existirem na corporação, servidores que não cumprem com suas obrigações, requer representação do denunciante para que tudo seja esclarecido. Mas segundo eles, é errôneo generalizar. E citou: “No Mato Grosso do Sul, especialmente na região pantaneira, são os empresários do turismos os primeiros a ajudarem a Polícia a cumprir a lei e por causa disso, com efetivo equivalente a 5% da Polícia Florestal Paulista, consegue realizar um trabalho eficiente de fiscalização.
Para os Policiais, é preciso ter uma visão mais ampla desse realidade e envolver toda comunidade para que os objetivos de combate sejam alcançados.

About Notícia Castilho

0 comentários:

Postar um comentário

Popular Posts

Tecnologia do Blogger.