Breaking News
recent
Recomende este Web Blog Site pelo WhatsApp
ligue: (18) 98194-0107 p/ Fotografar Festa

A Polícia Militar prendeu na noite de sexta-feira (06), o mecânico Edevaldo Ferreira, de 51 anos, residente na rua Amazonas, bairro Stela Maris, em Andradina e o vendedor Milton Paulo Mendonça, 50, residente na rua Agrário de Brito Neves, centro, em Castilho, acusados de posse ilegal de arma de fogo restrita.


CASTILHENSE É PRESOS PELA FORÇA TÁTICA DA PM COM FUZIL E LUNETA




A arma, um Fuzil HK 630, estava com o mecânico, porém, disse que ela pertencia ao vendedor. Encaminhados ao plantão policial da Delegacia Seccional de Andradina, foram indiciados e recolhidos à cadeia de Pereira Barreto. O fuzil foi apreendido.

Fuzil De Fabricação Alemã, Com Uma Luneta Acoplada É Uma Arma De Grande Precisão, Avaliaram Os Policiais, Foto: Divulgação

A prisão dos dois teve início quando uma equipe de Força tática da PM, com sargento Gilberto, cabos Alécio e Ceballos, foi averiguar denúncia de que o mecânico possuía uma arma de fogo em casa de longo alcance, além de várias baterias de caminhões. Ao chegarem no imóvel, foi dada ciência a ele da denúncia, tendo ele autorizado uma vistoria na casa e no quintal.

Com apoio da Força Tática Comando, composta por tenente Douglas, cabo Calister e soldado C. Santos, além de uma outra equipe de Tático com sargento Fagundes, cabos Gomes e Richard, foi realizada uma grande vistoria no quintal e na casa do suspeito.

Quando os policiais averiguavam dentro do imóvel, localizaram atrás da porta, guardado em um saco preto de lixo, um fuzil automático de fabricação alemã, marca Heclkler & Koch, calibre .222, capacidade para até 24 tiros, porém, sem o carregador. O armamento pesado estava com uma luneta de longo alcance e alta precisão acoplada a ele.

Diante do fuzil localizado, o mecânico informou que a arma não era dele, pois só pegou para “olhar” e ela pertencia ao vendedor de Castilho, fornecendo o endereço do mesmo. A equipe do tático comando foi então até Castilho e localizou o vendedor.

A princípio negou qualquer vínculo com o armamento, dizendo que nem conhecia o mecânico, porém, depois de conversar com o delegado plantonista, acabou caindo em contradição, dando a entender que essa arma estava sendo negociada pelos dois. Diante disso, o delegado indiciou os dois por posse ilegal de arma de fogo restrita. Esse é o segundo fuzil apreendido na cidade em poucos dias. O outro foi um “mosquetão”.


in :MANOEL MESSIAS/AGÊNCIA
Notícia Castilho

Notícia Castilho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Prefeitura de Castilho : Fundo Social ainda não se manifestou ao Caso de Wilson que perdeu a casa em incêndio

Segurança que perdeu casa em incêndio dorme há ‘3’ meses dentro de carro Fonte: texto e imagens  Paparazzi News Um baile beneficente ...

Recomende este Web Blog Site pelo WhatsApp
Fotografo ligue: 18 98194-0107
varanda Kabana Modas lucasil
Tecnologia do Blogger.